Acusado de abusar da própria irmã de 13 anos, tem prisão decretada pela justiça

 

A Polícia Civil de Cabvreúva conseguiu na Justiça mandado de prisão contra um morador local, acusado pela própria irmã, uma menina de 13 anos, de estuprá-la.
O caso já vinha sendo investigado há alguns meses, a partir da queixa-crime registrada pela mãe da jovem na delegacia do município. Vítima e acusado são irmãos por parte de pai.
A decisão de requerer ao Poder Judiciário mandado de prisão contra o investigado se deu em razão de supostas ameaças que ele estaria cometendo contra a menor.
Além de se tratar de crime a ameaça (coação), a polícia entendeu que, caso permanece solto, o investigado poderia atrapalhar as investigações. Tal argumento embasou o pedido e, após análise de um juiz, a medida foi decretada.
O acusado, segundo a polícia, já registra outro antecedente por estupro de vulnerável. O crime é previsto pelo artigo 217-A do Código Penal e tem pena de até 15 anos de reclusão ao autor de “conjunção carnal” ou prática de “outro ato libidinoso com menor de 14 anos”.
Já a prisão foi feita no local do trabalho do suspeito. Ele foi custodiado em uma unidade prisional do estado e, para a polícia, pode permanecer recolhido até o julgamento do processo.
Via Imprensa Policial