Após declarar apoio, Anitta pede a Lula para legalizar maconha

A cantora Anitta, de 29 anos, confessou ser a favor da legalização da maconha. A ‘confissão’ foi feita durante uma live promovida ontem entre ela e o rapper Filipe Rett, como parte da campanha de lançamento do hit “Tudo Nosso”, uma parceria musical entre ambos artistas.

“Acho que proibir as drogas não faz com que as pessoas parem de usar. Em vez de estarem colaborando com essa guerra na favela – que só mata o pobre, gente que não tem nada a ver com isso, e só deixa rico esse povo que não paga imposto e que lava dinheiro -, tinha que virar empresa, gerar emprego. Sou a favor de virar tudo empresa legalizada”, declarou a intérprete de “Envolver”.

Na visão de Anitta, a venda legal da substância seria viável, desde que o próprio rótulo do ‘produto’ já contivesse as advertências sobre os eventuais riscos à saúde. “[É preciso] colocar igual no cigarro: ‘se fumar, acontece isso e isso’. Quer se f*? Então se f* aí! Cada um com seu direito.”

Apoiadora confessa do candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Anitta fez ainda um apelo para que ele fomentasse o apoio à legalização da maconha. “Será que o Lula apoia isso, gente? Apoia essa legalização aí para nós”, pediu a cantora.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OK Leia +