Polícia prende padastro que matou menina de 5 anos em Campinas

Uma menina de cinco anos foi encontrada morta dentro de uma caixa de papelão, em um terreno no bairro Jardim São Felipe, em Hortolândia (SP), na manhã desta sexta-feira (18).

De acordo com a Polícia Civil, o padrasto da vítima confessou que matou a criança e está preso. A investigação ainda constatou que a vítima sofreu abuso sexual e o corpo tinha sinais de estrangulamento.

Maria Clara Calixto Nascimento estava desaparecida desde a manhã de quinta-feira (17), quando, segundo a avó da garota, ela saiu para brincar na casa de uma vizinha.

A mãe da menina, uma auxiliar de produção de 25 anos, chegou para almoçar e questionou o companheiro sobre a localização da garota. Na ocasião, ele disse que estava dormindo e não viu ela sair.

A partir disso, a família começou a procurar a criança e registrou um boletim de ocorrência de desaparecimento na Delegacia de Hortolândia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o padrasto foi localizado em Campinas (SP) na manhã desta sexta e levado à delegacia, onde confessou o crime.

O homem, que já tem passagem pela polícia por estupro, chegou a prestar depoimento na quinta-feira e disse que não sabia nada sobre o paradeiro de Maria Clara. Em seguida, ele se abrigou na casa de parentes em Monte Mor (SP) antes de tentar fugir para Campinas. Cássio Martins Camilo vai permanecer preso e será encaminhado a uma unidade prisional.

Via Novo Dia Notícias