Sem “mata leão”: PMs de SP são proibidos de usar técnicas de defesa pessoal

A Polícia Militar de São Paulo proibiu o uso de técnicas de defesa pessoal como “chave de pescoço” — também conhecida como “mata leão”, em que o alvo é enforcado com os braços. Os policiais militares receberam a determinação na última quarta-feira (29), assinada pelo subcomandante da corporação, o coronel Marcus Vinícius Valério. O soco frontal e movimentos em que se usa as pernas, os ombros ou o quadril para derrubar a outra pessoa também foram vetados.