Tomografia em Arvores vai custar quase R$ 150 mil para Prefeitura de Campo Limpo

 

Através de um processo licitatório, a prefeitura de Campo Limpo Paulista contratou uma empresa para realizar a limpeza dos espaços públicos no município. A empresa ganhadora foi a Hiplan Construções e Serviços de Manutenção Urbana, que durante 12 meses, ganhará um pouco mais  de R$ 2 milhões de reais pelos serviços prestados.

Como mostra o contrato abaixo:

[wp-embedder-pack width=”100%” height=”400px” download=”all” download-text=”” attachment_id=”9264″ /]

Porém, algumas pessoas andaram questionando o contrato feito pela atual gestão. Dos R$ 2 milhões a serem pagos pela prefeitura, cerca de R$ 144 mil reais serão destinados a serviços de tomografia em arvores.

Como mostra a foto abaixo:

 

Segundo informações do site https://florestana.com.br/tomografia-em-arvores/

A tomografia de impulso é uma técnica que vem sendo desenvolvida para avaliar o interior do tronco das árvores, e tem como objetivo de evitar os riscos de queda ou supressão antecipada das árvores. É composto por sensores que são fixados em secções transversais no local a ser avaliado, estes sensores emitem e recebem ondas mecânicas atravessando a madeira, e através do sistema informatizado do equipamento é possível calcular o tempo de percurso destas ondas.

A representação da distribuição das velocidades de onda ao longo da secção transversal do tronco origina a imagem tomográfica. É necessário que um profissional técnico competente faça esta avaliação para recomendar o tipo de intervenção mais adequada para a árvore analisada.

A população está questionando se em plena pandemia do coronavírus há necessidade desse tipo de serviço, também quem será responsável pela fiscalização do serviço. Uma vez que a prefeitura irá pagar R$ 300 reais por arvore.

Enviamos esse questionamento para prefeitura, mas até o fechamento da matéria não obtivemos resposta.