Vila Real passa por cadastramento para regularização fundiária

O processo de regularização fundiária já é uma realidade em diferentes bairros de Várzea Paulista. O objetivo é que os munícipes tenham o certificado de regularização fundiária (CRF), com o título em seus próprios nomes. Já foram beneficiados os residentes do Jardim Primavera e em breve será a vez dos moradores do Parque Guarani.

A Vila Real também será contemplada nesta ação. Neste sábado (05), agentes do programa Cidade Legal, do Governo do Estado em São Paulo, em parceria com o município, estiveram pelo bairro em mais uma etapa do cadastramento social dos moradores.

Entre as quadras 1 a 5, foi realizado o levantamento para dar andamento ao CRF. É preciso que os moradores já contatados pela Prefeitura apresentem os documentos necessários aos agentes para dar continuidade ao processo.

Uma das contempladas foi Iracema Conceição de Freitas, que há quase 30 anos reside no local. “Estou muito feliz, pois esperava por isso há muito tempo, a gente não via a hora de estar tudo regularizado. É a realização de um sonho, uma maravilha”, conta. Acompanhada do filho Anderson, que no futuro será o dono da casa, ela explica que muita coisa mudou pelo bairro e que a evolução do local é nítida.

O gestor da Unidade de Obras Josué Santana afirma que alguns dos documentos estão em andamento no cartório de imóveis e que o levantamento segue até o final do ano. “A pandemia infelizmente atrasou o processo, por conta de cumprimento dos cuidados necessários para prevenção da doença. Mas tanto as documentações quanto os processos estão em andamento para que a entrega seja concluída o mais breve possível. Precisamos da colaboração da população para isso”, afirma.