Butantan vai entregar mais 900 mil doses da CoronaVac para Várzea Paulista e região, após nova liberação da Anvisa

O Instituto Butantan vai entregar mais 900 mil doses da vacina CoronaVac para a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo e para o Ministério da Saúde, após a Anvisa liberar o uso emergencial das doses envasadas pelo instituto em São Paulo nesta sexta-feira (22).

Na segunda-feira (18), o Butantan fez um pedido de uso emergencial para 4,8 milhões de doses da CoronaVac envasadas no instituto, o que foi aprovado. Dessas, 900 mil serão liberadas ainda nesta sexta (22).

O restante ainda deve passar pelo controle de qualidade do laboratório antes da entrega para o Ministério da Saúde.

A CoronaVac é uma vacina contra Covid-19 baseada em vírus inativado e desenvolvida pela Sinovac em parceria com o Butantan. Parte das doses foi entregue pela Sinovac já pronta para uso, enquanto outra parte é formulada pelo instituto em São Paulo.

No último domingo (17), a agência autorizou o uso emergencial dos 6 milhões de doses importadas prontas da China. Agora, está permitida também a utilização das vacinas envasadas pelo Butantan em sua fábrica, usando a matéria-prima enviada pelo laboratório chinês Sinovac.

A partir desta autorização, outras doses que forem envasadas da mesma forma pelo instituto não precisam de novas liberações da Anvisa.