Marido mata esposa em Jundiaí e é preso no velório

O marido alegou que ela faleceu no banheiro, enquanto ele dormia mas o laudo do IML constatou que a causa da morte foi por asfixia mecânica, tendo o corpo apresentado diversos hematomas. 

O homem acabou sendo preso no velório da mulher que ele mesmo matou.

A Delegada do Plantão da Polícia Civil de Jundiaí determinou no final da tarde de domingo (06) a prisão do ajudante de motorista e marido de Juliana Ferraz, de apenas 23 anos.

Em um primeiro depoimento, ao delegado Felipe, o marido, também de 23 anos, relatou que foi dormir às 22 horas de sábado e quando acordou pela manhã a esposa estava trancada no banheiro, com água do chuveiro escorrendo pelas escadas do sobrado.

Ele disse que chamou o irmão da vítima e juntos arrombaram a porta, encontrando Juliana morta.

O delegado requisitou presença de peritos da Polícia Científica ao local dos fatos.

O marido foi encaminhado pelos policiais civis para a delegacia da Avenida Nove de Julho e posteriormente para a Cadeia de Campo Limpo Paulista, onde vai aguardar decisão da .

Imagens: Reprodução Redes Sociais.