PM prende homem ameaçando populares com arma e faca após o jogo

 

Na tarde deste sábado (30), policiais militares da 3ª Companhia do 49° BPM/I foram acionados, via COPOM, para atendimento de desinteligência, na rua Guará, Várzea Paulista.
Pelo local, os policiais avistaram um indivíduo em posse de um facão e uma faca de cozinha, totalmente transtornado aparentando estar drogado e alcoolizado.

De imediato, a equipe iniciou a negociação e logrando êxito em desarmá-lo e, após consulta de seus documentos pessoais, verificou que o mesmo não tinha pendências com a Justiça.
Contudo, o indivíduo acusou seu vizinho, J. E. S. de ter comprado um revólver, calibre 38 de seu pai e não pagou.

Então, os policiais militares localizaram J. E. S. indagando-o sobre a acusação, o qual afirmou ter comprado o armamento por 1000 reais, mas já havia vendido para uma pessoa que ele não sabia dizer o nome.

Entretanto, logo em seguida, voltou atrás e confessou ter o armamento municiado em sua residência, sendo alertado sobre o crime, entregando para a equipe um revólver, calibre 38 oxidado, com capacidade de 6 tiros, municiado com 5 cartuchos intactos, cano 3 polegadas, cabo de madeira e numeração ilegível.

Diante dos fatos, foram conduzidas as partes à Delegacia de Polícia, de Várzea Paulista, onde o Delegado de plantão ratificou a voz de prisão, por porte ilegal de arma de fogo, sendo crime inafiançável, ficando J. E. S. à disposição da justiça.