Terreno da Associação Mata Ciliar não será mais vendido em leilão pelo governo estadual

O governo do estado anunciou nesta terça-feira (18) que será mantida a área da Associação Mata Ciliar de Jundiaí (SP). Na segunda-feira (17), mais de 10 mil pessoas assinaram um abaixo-assinado contra a venda do local de 300 mil metros e que abriga mais de 800 animais silvestres.

O governo havia anunciado o terreno em um leilão, no sábado (15). Durante a reunião deste terça-feira, o vice-governador e secretário de governo Rodrigo Garcia afirmou que o estado de SP tomará medidas jurídicas para o desmembramento da área ocupada pela Mata Ciliar do restante do imóvel, mediante parecer do Conselho do Patrimônio Imobiliário.

Segundo o governo, a decisão foi anunciada após exposição do presidente da Associação, Jorge Bellix de Campos, e da coordenadora de Fauna, Claudia Adamia, acompanhados pelo deputado estadual Alexandre Pereira.

O

vice-governador afirmou que será feito um estudo para regularizar em definitivo a ocupação e atuação da Associação. Desde a semana passada, integrantes do governo do estado e da Associação vêm se articulando em busca de uma solução conciliadora.

A localização da Mata Ciliar é estratégica devido ao fácil acesso a rodovias, o que possibilita rapidez no socorro e transporte de animais silvestres resgatados pelo grupo.